Shopping Market Place: Marketplace X Plataforma Própria

Shopping Market Place: Marketplace X Plataforma Própria

Quando o assunto é marketplace, shopping market place e ecommerce muitos empreendedores ficam na dúvida se investem num site próprio para vendas digitais ou se inserem seus produtos em plataformas como Mercado Livre e Amazon.

Alguns investidores, gestores e empreendedores ficam com essa dúvida na hora de decidir sobre o melhor planejamento de vendas e seleção de plataformas online para veicular suas ofertas.

Sabemos que cada tipo de meio eletrônico possui particularidades e especificações e podem ajudar amplamente no desenvolvimento de novos modelos de negócios e de esforços de vendas.

Shopping Market Place: Investir em marketplace ou plataforma própria?

Ao decidir em investir numa plataforma própria, o empreendedor precisará investir em servidor de hospedagem, desenvolvedor de aplicativos e site próprio, domínio e estratégias próprias de veiculação de ofertas de produtos e serviços.

Por outro lado, ao usar plataformas prontas e famosas de vendas, fica mais barato inserir produtos e atrair os clientes já existentes naquela determinada plataforma de shopping market place.

 

Porém, desenvolver uma plataforma própria (site e aplicativos) pode ser interessante para a empresa que precisa gerar seu próprio ativo, posicionar a sua marca a até mesmo ganhar dinheiro com o comissionamento abrangente de novos usuários em suas plataformas.

Shopping Market Place: Como decidir?

Ambos são essenciais para as vendas, porém a decisão depende dos objetivos de negócios de cada empresa, empreendedor e vendedor.

A decisão deve ter como base os detalhes de cada estratégica.

Pois, como referido acima ter uma plataforma própria pode ser interessante para uma empresa que pretende gerar crescimento para a sua marca.

Por outro lado, participar de uma marketplace já existente pode ser mais oportuno para empresas locais, regionais e de pequeno e médio porte.

Oportunidades

Dessa forma, pode ser mais oportuno aplicar investimentos numa canal próprio de vendas ou fazer parceria com os principais portais de vendas do país.

Quando optar pelo marketplace?

Essa plataforma de vendas está ligada ao projeto de coletivo de clientes e vendedores online. Essa plataforma incentiva diferentes lojas a fazer anúncios, fazer contatos com clientes e oferecer diferentes opções.
Os produtos ficam à disposição e são fornecidos por diferentes fornecedores e vendedores. Os principais exemplos desse tipo de plataforma são a Amazon, o eBay e o Mercado Livre.

A Amazon, por exemplo, criou várias opções de revenda em seu portal para otimizar suas operações em vendas.
Plataforma própria

Ter uma plataforma própria tem a ver também com a necessidade de posicionar a marca com grande diferencial em relação aos clientes.

Nesse caso, o empreendedor é responsável por construir e aplicar o projeto do início ao fim administrando também o recebimento dos pedidos a cada venda.

Começo mais fácil

É mais fácil começar um canal de vendas através de um marketplace, com a vantagem de oferecer e vender produtos diretamente sem precisar esquentar a cabeça com a arquitetura de um site ou hospedagem.

Conclusão

Em casos de dúvidas, é importante pesquisar o mercado, o comportamento do cliente potencial e avaliar com detalhes cada opção para investir.

Leia também: https://helptechnology.com.br/shopping-market-place-marketplace/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *